Acabei de voltar das minhas férias e vou contar um pouco da minha aventura. Eu fiz 5 dias em Park City, pois meu marido AMA snow, 3 noites em Las Vegas, pq era caminho e 3 noites em Los Angeles, pq meu vôo saia de lá. Vou começar contando como foi Park City, minha aventura na neve =)

Comprei minha passagem, Rio-Los Angeles e de LAX peguei um vôo interno para Salt Lake City, de SLC para Park City são 30 minutos de carro, meus amigos que chegaram mais cedo buscaram a gente no aeroporto.

Fiquei no Hotel Grand Cannyons Summit, escolhemos esse hotel pois fica na montanha no esquema Ski-in e out. Ou seja, só pegar o lift e sair esquiando. Apesar de mais caro do que ficar na base da montanha, valeu super a pena:
1) Tem um mini comércio com bares, restaurantes e cafés para o seu pré/pós ski.
2) Acesso ao quarto é muito fácil, se esquecer alguma coisa é só voltar rapidinho, pode acordar mais tarde, em fim comodidade….
3) Tem um Ski/Snow Valet, você pode guardar os equipamentos logo na saída do hotel que dá de cara para a montanha.
SOBRE O HOTEL:
No hotel tive experiência em dois quartos. O meu quarto era muito bom, limpo, rústico, lareira, mega banheiro e  com uma vista incrível. O quarto dos meus amigos era igual ao nosso, mas como o hotel está passando por uma mega renovação e vários andares estão insuportáveis de obra, foi o caso deles, eles conseguiram um upgrade sem custo para um quarto muito bom! O quarto deles era mais que o dobro do nosso tamanho, pois tinha uma mini salinha e uma cozinha. O que foi ótimo! Pois a viagem toda fizemos nosso café da manhã lá.

Vale a pena ver a diferença de preço, desse quarto com cozinha versus um quarto simples, pois o café da manhã na montanha é caro, em torno de 14 dólares o prato, fora a gorjeta. Então, a boa é parar no Whole Food ou no Smith’s e garantir um café mega bom para a semana toda! Fizemos isso e foi ótimo!

A MONTANHA:
Park City é gigante! É “separado” em três partes. Tem a parte “Pak City” parte antiga da montanha (original Park City), tem a parte do hotel Deer Valley, hotel de luxo de PC. Deer Vale só pode andar de SKI, Snow é proibido. E tem a parte dos Cannyons, onde ficamos, que é a parte mais nova da montanha. Se for um bom esquiador, você pode transitar pelos lift pela montanha toda, mas na maioria dos casos as pessoas ficam somente na parte perto do Hotel. Um local me disse que para você explorar a montanha inteira precisa de duas semanas, olha o mapa para vocês terem ideia:
A montanha é super segura, tem um staff gigante e sempre suporte por todas as pistas! O lugar é TOP, TOP!

ALUGUEL DE EQUIPAMENTO
Esquiar não é uma coisa barata, além de pagar o passe do Lift para acesso as Pistas, você precisa ter as roupas e alugar o equipamento. Eu fui sem NADA, então tive que começar do zero. Eu aluguei os equipamentos para os 3 dias de ski (bota, ski e capacete). E também aluguei roupa (casaco e calça). Para pagar mais barato, alugue na internet.
Mas não valeu a pena e no fim do dia fui comprar roupa no outlet que fica a 10 minutos do hotel. Comprei na Columbia: calça de ski, casaco de ski, bota de neve (para andar na rua, não o de esquiar), luva (fundamental, não tem para alugar). E depois na montanha comprei óculos, que devia ter comprado logo no inicio, pois faz super diferença: protege o rosto do frio e dá para ver melhor no sol ou na neve.
Minha dica: roupa compre! Sai mais barato que alugar, compre luvas e óculos pois não tem como alugar. Equipamento de Ski, alugue, todo mundo aluga e não tem como levar isso para casa…
MINHA EXPERIÊNCIA NO SKI:
Meu marido e o marido da minha amiga fazem snowboard super bem e já foram direto para a montanha. Com as meninas a história foi um pouco diferente. Eu já tinha feito snow e ski outras vezes, umas 3 vezes no Japão. Na última vez que fiz Snow fiquei com muito MEDO, pois meus primos me largaram lá em cima da montanha sozinha. E fiquei com trauma dessa experiência.
Mas como eu amo esporte, estava pronta para conquistar meus medos e tentar novamente, mas dessa vez da forma certa, fazendo aulinha!
Sério! Foi a melhor coisa que eu fiz! A escolinha de Park City é TOP, os professores são excelentes (fez toda a diferença, eles eram realmente muito bons!)
Fiz 2 dias de aula de ski (escolhi ski por ser mais fácil que snow), no primeiro dia me levaram para a área do “Magic Carpet” que é uma descida super leve onde as pessoas tem o primeiro contato com a neve. Nesse dia, fiz aula na parte da tarde com mais 2 pessoas (minha amiga e uma outra pessoa). Foi ótimo!
No começo eu fiquei um pouco ansiosa para começar logo, pois fizemos alguns exercícios sem o Ski. Depois aprendemos técnicas de freio, viradas, seguir o professor… No final do dia, eles fazem um boletim, dizendo o seu progresso e qualquer outro professor pode ler e continuar o ensinamento a partir do relatório! Eles até disseram se eu for para outra montanha é bom eu levar meu boletim! Muito organizado.
No segundo dia, fizemos aula o dia todo, também queríamos pegar o mesmo professor, mas não conseguimos.
Começamos o segundo dia (eu e a minha amiga) no Magic Carpet, mas logo fomos separadas, como eu já tinha experiência na neve evolui um pouco mais rápido e fui com outra professora para a primeira pista verde! (Lá tem vários professores, e eles vão subdividindo as pessoas em níveis ao longo da aula. Existe vários tipos de classificação de pistas, a verde é a mais fácil, depois vem a azul… até chegar na Black Diamond que é só para os profi!).
Já estava de olho na pista verde e fui na High Meadow (na montanha tem várias pistas diferentes do mesmo nível). Fiquei com medo no inicio, mas foi bem legal, estava com mais uma menina, a aula foi em duplal! Antes da parada do almoço a professora me levou para a pista Azul, ela disse que eu já estava pronta mas me deu medo! A Pista Azul, a Snow Dancing, é um grande salto da Pista Verde, pois é mais estreita, ingrime, mais longa e tem uns “abismos”, quando vc olha para o horizonte não vê a pista, precisa olhar para baixo, o que dá frio na barriga. Mas nada que apavore, pois a professora está ali para te ajudar e foi ótimo! Depois teve a parada para o almoço no restaurante da montanha, então leve uns 20 dólares no bolso. Depois do almoço mais High Medow e Snow Dancing.
No terceiro dia, tentei colocar tudo em prática e fiquei com o meu marido. Estava super bem na pista verde, mas na pista azul cai mil vezes! Esquiamos pouco tempo nesse dia, pois perto da hora do almoço as pistas foram fechadas por causa de uma nevasca. Ficamos presos no restaurante da montanha, apesar de ficar sem sair, foi bem divertido! Vi muitaaa neve caindo e todo aquele clima de esquiadores juntos conversando sobre as pistas, as “manobras”, os tombos, vi outros professores…
A pista finalmente foi liberada depois de umas 3 horas e voltamos para a neve mais fofinha do mundo! Tinha caído muitaaaa neve e ainda estava caindo, então pensa naquela neve de filme parecendo algodão, então era isso! O ski afundava na neve e foi muito legal ter essa experiência de esquiar nevando, até os tombos eram divertidos!

FORA SKI, O QUE FAZER?
Na montanha tem tirolesa que queria muitooo fazer, mas por falta de tempo não fiz.
Fora da montanha, alugue um carro e vá:
1) Oulet Tanger Park City – Tem coisas boas, vale a pena! Pode ser depois de um dia de Esqui, pois é super perto. Ficava somente 10 min de carro do meu hotel. Comprei todas as minhas roupas e acessórios de ski na Columbia de lá. Valeu super a pena!
2) Mercados: Whole Foods (produtos orgânicos, naturais, selecionados…) ou Smith (vende comidinhas prontas deli! Compramos e comemos sushi lá duas vezes)
3) Tubing no Gorgoza. Fizemos “ski bunda” com aquelas bóias gigantes. Tem só 1 tipo de pista para adultos, então depois de 5 descidas meio que enjoa, mas a experiência é super legal.
4) Main Street, a rua do comércio e restaurante. Fomos lá algumas vezes depois da neve. Tem várias lojinhas de souvenir interessantes, bares e restaurantes. Fomos no:
a) Bar “No Name”, bar mais badalado da cidade, frequentado pelos “locais” =)
b) Restaurante Italiano Cafe Terigo – Muito bom! Ambiente chic mas sem ser forçado. Perfeito para um vinho depois de um dia de ski. As entradas são imperdíveis. Super recomendo, foi um dos restaurantes que mais gostei.
c) Restaurante Chimayo – Restaurante Mexicano, só que mais Gourmet. Foi nos recomendado pelo instrutor de Ski, ele nos disse que é o melhor restaurante de Park City e reserva é um MUST! A comida é muito boa e vem muitaaaa quantidade, a boa é dividir o prato =)
d) Bar High West Distillery & Saloon – Achei que seria só bar, mas tem comida também. Queríamos ficar lá, mas estava LOTADO e desistimos. A decoração é bem bonita, por fora parece que você está entrando em um Saloon mesmo!!! Tipo aqueles dos filmes de faroeste. Foi super recomendado, tantos os drinks quanto a comida.
e) The Farm – Fica no comercio ao lado do nosso hotel, os pratos são feitos com os produtos locais, uma delícia! Adoro esse conceito e a comida realmente estava delicia. Um dos que eu mais gostei junto com o Café Terigo.
Ahhh Café da manhã, comi no Hotel uma vez só que custou quase $25 por pessoa com bebida e prato. Por isso, resolvemos comprar no mercado e comer no quarto!

Importante: Utah é um estado super rígido de bebidas, só deixam beber com a apresentação do passaporte, então levem! Até para comprar bebidas no mercado é necessário! Eles não aceitam somente a identidade =)
Aproveitem!!!!
Bjxx Nic